Deus capacita os chamados

Queridos irmãos,
Graça e paz!

Primeiramente, queremos compartilhar com vocês um evento muito significativo que ocorreu no final do ano passado. No dia 14 de dezembro, Vânia e eu nos formamos no curso de Mestrado em ensino do inglês como língua estrangeira (TEFL), na Universidade Internacional de Columbia. Dessa forma, alcançamos um dos principais alvos da nossa temporada aqui nos EUA e logo estaremos prontos para seguirmos adiante em nossa jornada ministerial.

Estamos confiantes que o período investido no preparo aqui tem grande potencial de  reverberar em nosso próximo campo de trabalho. Com as ferramentas de capacitação que adquirimos, entendemos que regressaremos ao campo em maiores condições de servir, cuidar, testemunhar e frutificar.

Chamado e preparo

Somos muito gratos a todos vocês que caminharam mais esta jornada conosco. Obrigado por entenderem que a vocação missionária requer chamado, bem como preparo. Afinal, a prática missionária tem demonstrado que tanto o preparo pré-campo como o preparo continuado são fundamentais para que o obreiro se mantenha frutificando no campo missionário. Desse modo, o Deus que capacita os chamados também se utiliza do preparo formal como instrumento de capacitação. A Ele seja a glória!

Somos gratos também ao Senhor pela provisão financeira que nos foi concedida ao longo desse período de estudos e ministério com refugiados. No meu caso, o Senhor proveu bolsas de estudo que cobriram as despesas, tanto do Mestrado em Estudos Interculturais como do Mestrado em TEFL. Pela graça do Senhor, as bolsas custearam 80% das minhas despesas no primeiro semestre e 100% nos quatro semestres seguintes. Esse foi um dos maiores milagres em termos de provisão financeira que experimentamos em nossa vida. Parafraseando o profeta Samuel (1Samuel 7:12), não fosse a ajuda do Senhor, não teríamos chegado até aqui.

Gostaria de destacar ainda que o nosso filho teve uma participação muito importante para a conclusão dos nossos estudos. Ao longo do período de aulas, ele frequentou 6 das 10 matérias do curso em TEFL.  Apesar de ter apenas 9 anos de idade, seu comportamento em sala de aula foi impecável. Ele passava a maior parte do tempo lendo ou fazendo o dever de casa. No processo de preparação para a conclusão do curso, decidimos que ele também merecia um traje de formatura e, mais do que isso, um certificado de “mestre em companheirismo, paciência e bom comportamento”. No dia da formatura, ele vestiu uma beca e um chapéu semelhantes aos nossos. Após a cerimônia, ele recebeu o certificado do nosso professor, Joe LeTexier, coordenador do curso. Louvamos a Deus pela vida do nosso filho, que tem sido um parceiro em tudo o que fazemos.

Prosseguimos com o ministério com os nossos amigos refugiados, oferecendo todo tipo de assistência possível. Seguimos também realizando um estudo bíblico semanal com uma das famílias de refugiados. Em função das celebrações de fim de ano, aproveitamos o tema do Natal para mais uma vez compartilharmos com eles o ensino bíblico sobre o Cristo, Messias de Deus. Eles continuam ouvindo a Palavra e crescendo no conhecimento das Escrituras. Pedimos que intercedam pela conversão desta família, bem como pela de uma outra família que tem frequentado a nossa igreja semanalmente.

Próximos passos

A esposa já está na fase final da gravidez e a previsão do nascimento do bebê é o dia 28 de janeiro.

O nosso plano é ir ao Brasil após o nascimento do bebê. A previsão de chegada ao solo brasileiro é a última semana de abril. Dentre os alvos da nossa passagem pelo Brasil estão: prestar relatório do trabalho aos nossos mantenedores e intercessores e preparar a nossa mudança para o Oriente Médio, no final de agosto.

Em nosso regresso ao mundo árabe, a agência missionária responsável por coordenar o nosso trabalho no campo será a PMI (Povos Muçulmanos Internacional).  Estamos animados com essa porta que o Senhor está abrindo, a qual nos dará condições de atuar entre refugiados, incluindo refugiados sudaneses oriundos da região de Darfur.

Queridos, estamos muito motivados para continuarmos servindo ao Senhor na obra missionária. Inclusive, há poucas semanas rejeitamos uma excelente proposta de emprego feita pela escola em que estagiamos aqui nos EUA. A proposta incluía um salário que nos proporcionaria uma boa estabilidade financeira, entre outros benefícios. Como o Rei Josafá que buscou a vontade de Deus quando os três reis vieram com os seus exércitos contra Judá (2Reis 3.11), consultamos o Senhor, que não nos disse para ficarmos, mas para prosseguir, reafirmando a nossa vocação ministerial. Portanto, até que o Senhor nos dê outra direção, queremos seguir com o propósito de tornarmos as boas novas disponíveis aos povos com o mínimo de acesso ao evangelho. O Cordeiro é digno da nossa obediência.

Louvamos a Deus pela vida de vocês por acreditarem em nossa vocação. Somos gratos por seu carinho, interesse e encorajamento. Somos gratos por seus joelhos dobrados e mãos estendidas. Somos gratos por vocês existirem e fazerem parte da nossa vida.

Em Cristo,

Família Oliveira


Faça parte desta obra

A manutenção do nosso projeto missionário se dá por meio da contribuição voluntária de igrejas e pessoas físicas que amam a obra missionária.

Se o Senhor falar ao seu coração e você desejar investir em missões por meio das nossas vidas, por favor, entre em contato conosco e forneceremos todas as informações para que você seja um mantenedor do nosso ministério. Sua participação em nossa jornada será fundamental para continuarmos prosseguindo.

Você também pode participar de forma pontual, enviando-nos uma oferta especial via PagSeguro ou através de uma das nossas contas bancárias:

PagSeguro
Para doar, clique no ícone do PagSeguro

Bradesco
Conta Poupança
Agência 0582-7
Conta 1008127-0

Banco do Brasil
Conta Corrente
Agência 1579-2
Conta 16946-3